sexta-feira, 1 de novembro de 2013

12 Fracassos Não Tão Fracassados!

Olá, pessoas!
É a terceira vez que começo o mesmo post porque ainda não decidi sobre o que escrever.
Acho que aqui anda depressivo e reflexivo demais e já que vocês adoram rir da minha desgraça, hoje falarei dos planos que não consegui cumprir neste recesso (Pra quem não sabe, tive pequenas "férias" de dez dias que terminam segunda-feira ''/).
Eu ainda tenho tempo de fazer algumas destas coisas, mas duvido muito que eu consiga, pois peguei um resfriado/gripe e fico meio que sem vontade de nada.
Mas enfim, eis aqui;

12 Fracassos Não Tão Fracassados!
1º Fracasso: Manter o quarto arrumado. Sim, pessoal! Eu, Fernanda de Lima, a pessoa mais organizada e perfeccionista deste mundo, não consegui manter o quarto arrumado por nem sequer um dia. Outro dia Dani dormiu aqui em casa e, sinceramente, devo um milhão de desculpas pela situação em que o quarto se encontrava. Só não mando fotos porque né, os textos já não são lá essas coisas e eu ainda vou colocar fotos cagadas? Não dá pra querer.
2º Fracasso: Arrumar o guarda-roupas. Pois é, queridos. Não só o quarto está uma bagunça, como também o guarda-roupas também! E está em estado crítico... "Nossa, Fernanda, vai arrumar isso daí" MINHA FILHA, NÃO VAI ROLAR, SABE. Eu estou gripada e apesar de já estar me recuperando, provavelmente vai ficar assim porque sim.
3º Fracasso: Fazer uma Maratona de Star Wars. Não foi bem um fracasso porque foi divertido, mas o fato é que não conseguimos olhar todos os filmes, apenas os três primeiros. Então, vamos considerar um fracasso no sentido de não cumprir o objetivo inicial.
4º Fracasso: Lixar e pintar as unhas de uma cor legal. Não só não pintei, como também arranquei uma unha fora sem querer, o fato é que vocês sabem do meu histórico de amnésia e eu não lembro como fiz isso e nenhum dos meus amigos que estavam presente lembram, então será um eterno mistério. Fiquei sem conseguir movimentar a mão esquerda por uns 3 dias, mas não posso dizer que foi uma experiência inútil porque aprendi a cortar, segurar copos, me vestir e fazer mil coisas sem usar o dedão e até usando apenas uma das mãos, foi realmente enriquecedor! O que não foi legal mesmo, foi eu ter cortado todas as outras unhas pra ficar igual e estou parecendo uma cortadora de cana (nada contra).
5º Fracasso: Repaginar meu quarto. Pois é, voltamos ao meu quarto, pra variar. O objetivo era ocupar o tempo livre para pintar meu quarto (Pra quem não lembra, eu sou uma "ótima" pintora. Lembram disso?) e redecorar todo ele. Eis aqui as minhas ideias: Apagar a frase "Happiness Only Real When Shared" da parede da minha cama (Na verdade, eu tentei apagar, mas não saiu) e reescrevê-la em cima do meu mural de fotos. No lugar da frase, eu escreveria um texto do Charles Chaplin ou algum outro texto do meu caderno de frases. Colar todos os discos de vinil que caíram da parede (eram 12, mas só restaram 6 colados). Colar as duas estrelas que faltam no teto (Pra quem não lembra, eu colo uma pra cada ano de idade que eu tenho). Fazer algum trabalho de colagem (estilo da que tem na minha porta) em toda minha cama. Pegar meus all-stars velhos e furados (que infelizmente não posso mais usar porque fico com o pé no chão) e fazer eles de decoração, marcando pegadas até o teto. Por falar em teto, faria um caminho de fones de ouvido até a luz, como espermatozoides tentando fecundar um óvulo. E assim por diante. Sim, eu sei que é exagero, mas quando eu começo algo, uma ideia puxa a outra e eu não consigo parar, é um carma na minha vida.
6º Fracasso: Sair com meus amigos do Ensino Médio. Já falei que estou gripada, né? Então, acho que nem preciso dizer que só fiquei deitada a semana toda com muito ranho verde escorrendo pelo nariz. Super sexy.
7º Fracasso: Fazer uma leve revisão na matéria do próximo semestre. Não foi desta vez que eu consegui ser super nerd e fazer isso. Mas ainda tenho mais vááários outros semestres pra tentar.
8º Fracasso: Olhar todas as séries que estavam em atraso. Eu olho mil séries e estão quase todas em atraso para olhar e eu só consegui assistir The Walking Dead e alguns episódios de Grey's Anatomy, The X Factor e How I Met Your Mother. Tá foda viver nessa vida (gripada).
9º Fracasso: Fazer uma maratona com todos os filmes do Alfred Hitchcock. É, não rolou. E eu nem preciso explicar.
10º Fracasso: Ser uma pessoa saudável. Saudável e Fernanda são duas coisas que não combinam e eu continuo vivendo a vida da Celina gorda escrota. Acontece.
11º Fracasso: Fazer o ENEM. Tudo começou bem, eu fiz o primeiro dia, mas daí eu fui na maratona divertida de Star Wars, perdi a unha, bebi demais (não exatamente nesta mesma ordem) e acabei voltando pra casa algum horário que eu não lembro, mas só sei que tinha sol. E então não houve jeito de me acordar (Dani bem que tentou) para o segundo dia.
12º Fracasso: Fazer um post decente aqui. E podemos confirmar agora: Eu fracassei nisso também!

Bom pessoal, é isso. Esses foram meus fracassos, mas, brincadeiras a parte, posso garantir que eu curti e estou curtindo meu recesso.
"Mas como, Fernanda?
Ah, gente, vocês sabem que eu não sou a pessoa mais normal do mundo, vejo lado bom em tudo e ainda por cima não considero essas coisas grandes fracassos porque, WHATEVER, eu me diverti demais.

Deixo vocês com uma foto das novas membros da família, eis que as achamos na rua em uma caixa e as trouxemos pra casa, pensamos em mil nomes, mas minha irmã deu a ideia de ser nomes que lembram nossa infância, ou seja, Mei e Satsuki porque passamos nossa infância toda assistindo Totoro e esses eram os nomes das irmãs que eram as personagens principais *-*-*

Mei (Caramelo) e Satsuki (Preta).
Lindas demais, né?
XX, 
abbatuamente.

Um comentário:

Joe Blanca disse...

Não foi fracasso, muito pelo contrário, você sabe tornar as palavras simples muito interessantes.