domingo, 5 de julho de 2015

Mais uma vez eu estou cansada

Fico impressionada com o machismo da minha família.
Não importa quantos trabalhos acadêmicos eu tenha pra fazer, eles não ligam desde que eu limpe a sujeira deles todo dia.
Não importa quantos trabalhos eu aprove em eventos, eles não ligam desde que eles não precisem gastar nenhum centavo.
Não importa em quantas cadeiras eu passe com uma nota alta, eles realmente não ligam desde que eu tenha um "macho para me comer" e eles chamar de "genrinho".
Não importa quantas vezes eu diga que meu relacionamento acabou por falta de amor, eles sempre vão dizer que ELE me traiu, que ELE me comeu e ELE me jogou fora. É muito difícil entender que o nosso amor acabou e continuamos amigos, sem se beijar ou transar por esporte. Amizade, conhece? Então!
Eu fui virgem até quase ter 21 anos. E meu ex namorado, e atual amigo, me fez muito feliz durante um ano e dois meses de namoro e segue me fazendo feliz sendo um grande amigo. Se ele "me comeu" foi porque eu "quis dar" porque vivemos em um mundo onde as mulheres tem opinião e direito de dizer sim ou não, sabe?
Hoje tenho quase 22 anos e eu sinceramente não sinto necessidade de um homem em minha vida, porque antes de conhecer meu ex eu também não sentia essa necessidade.
Não me interessa essa vida de transar com vários ou até mesmo beijar vários, não me interessa. Assim como não me interessa ter alguém comigo no momento.
No momento estou interessada em mim e as pessoas a minha volta me olham com pena como se eu estivesse sofrendo por algo que eles acham que aconteceu. Eu estou cansada disso. Eu estou cansada dos olhares, dos sorrisos desconsertados, dos "está tudo bem?"... Eu. Estou. Cansada.
E eu precisava escrever isso em um lugar onde estou livre deles/as. Precisava conversar com quem me entende: Vocês.

Assim que essa onda de trabalhos passar e eu tiver minhas merecidas férias, vou fazer um post mostrando o que estou fazendo no meu quarto. Yey!

Nenhum comentário: