quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Não editei

Quero ficar aqui com a minha depressão e ninguém me deixa.
Quero chorar e sofrer porque é isso que eu sei fazer, porque é isso que a vida me ensinou a fazer.
Eu ando realmente muito triste, parece que a felicidade que sempre senti, desapareceu, sumiu. Pareço estar de passagem, e todos nós estamos, mas nesta passagem não sou vista, nem sentida por ninguém. Sinto que ninguém sente minha falta a não ser eu. Sinto que essa depressão não vai passar e que é só uma questão de tempo até eu desistir por completo.
Estou acabada. E quando digo isso, digo de coração, infelizmente.
As coisas que me fazem feliz hoje, não passam de distração.
Os momentos felizes, eu enxergo como coisas ruins porque já não gosto mais da antiga Fernanda. Nem da atual e tenho receio quanto a Fernanda do futuro, se esta chegar a existir.
E então tudo gira, tudo roda, o mundo e a minha cabeça. E? Nada.
Tudo bem. Sem problemas. Okok. Tá bom, obrigada.
Essa sou eu, muito prazer.
Compras para sair do foco. Limpeza para ignorar o foco. Eventos para não ter tempo para o foco. Artigos para esquecer o foco. Tai Chi Chuan para não pensar em nada e ser feliz, essa é uma distração que amo. Reforma? Artesanato? Colagem? Adoro, mas também é pra perder o foco.
E o foco? Tão desfocado, mas ao mesmo tempo tão claro, tão real. 
Chega, estou a ponto de escrever o que não quero, não desejo.
Chega, cansei. De novo e de novo.

Nenhum comentário: